THALLES E A LEI DA ATRAÇÃO

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

 

Alguns falam em coincidência. Até acredito. Mas, por outro lado, também acredito na chamada lei da atração

Uso a tal lei, infelizmente, para coisas não tão rentáveis. Não consigo atrair algum dinheiro perdido ou um cheque em branco, sei lá. Por outro lado, consigo atrair caras que me excitam. É impressionante. Penso no macho e, no máximo um mês depois, ele aparece na minha frente. Algo sobrenatural. Juro, funciona. Já mentalizei putos que eu não vi há cinco anos. Dias depois esbarrei com eles em lugares totalmente improváveis. Por exemplo, em uma biblioteca.

 

Com o Thalles Phillyppy ( aka Juan Castro) aconteceu exatamente o mesmo. A primeira vez que o vi, em osso e músculo, foi em um show de “pauzão” na sauna. Fiquei impressionado porque o cara é realmente gostoso, diferenciado, gato mesmo. E na ocasião, ele fazia programas assumidamente. Dizem que é uma fera na cama.

 

Naquela noite pensei muito nele, e na possibilidade de assinar um cheque para me jogar naquele corpão. No dia seguinte, surpreendentemente, cruzei com Thalles em pleno Viaduto do Chá, no centro de SP. O garotão, mesmo vestido, conseguia ser tão atraente quanto peladão na sauna. 

 

Novamente o fortão fixou na minha mente. No dia seguinte, de novo, cruzei com Thalles em uma loja de departamento. Dessa vez ele estava com a cônjuge, uma loira “estilo panicat”. Óbvio, minha mente devassa logo imaginou os dois ali transando, em algum provador, sei lá. 

 

De pau duro e um pouco de inveja parei de secar o casal. Desisti do cheque e do programa. Gastei a grana em uma calça que nunca usei, cigarros de cravo e vodca decente. 

 

O puto, porém, ficou rondando os meus desejos.

 

Para não cair na tentação, eu fiquei em casa no dia seguinte.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2 thoughts on “THALLES E A LEI DA ATRAÇÃO

  1. Ele tem jeito de ser bem metido a rico igual ao Michell entre os outros Gogos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *