OS GOGOS QUE FAZEM… (OU NÃO)

  Ainda hoje me perguntam quais os gogos que fazem aquilo. Aquilo, que começam com p e termina com grama. Nos dias atuais basta saber abordar. Lógico, nenhum deles vai chegar ao seu ouvido e falar: - Claro, eu faço sim. R$ 600,00 ou R$ 1.000,00 "pra passar a noite". Se você quer, tem que abordar; como um predador experiente e não como uma leoa desastrada que assusta a presa na primeira tocaia. O WhatsApp existe pra isso. Simples, prático e quase discreto.    Não Continue lendo, caralho [...]

QUANDO O BOY SABIA O QUE ERA SER GOGO!

    Esse vídeo abaixo é antigo e a qualidade da imagem está uma bosta, mas é ele extremamente importante para diferenciar os gogo boys de 10, 15 anos atrás, com essas Barbies bombadas e rebolativas de agora.   Naquele tempo o gogo (ou stripper) sabia o seu lugar. Estava ali para entreter os viados pagantes. Gostando ou não!   Se não gostava, sabia disfarçar. Era raro ver algum "carão" ou estrelismo de falso astro. O gogo boy era um empregado como outro Continue lendo, caralho [...]

QUE PAUZÃO, GOGO BOY!

      Sempre que possível, publico algum flagra das atividades "extra boate/sauna" que alguns gogos fazem para garantirem um estoque seguro de Whey Protein. Meses atrás, escrevi sobre o boy Bryan Junior e suas aventuras na Bélgica, sob o nome "Adones". Leia o primeiro post aqui.   Na ocasião, muitos leitores curiosos imploraram por imagens do cacete do Bryan, mas o sarado nunca posou nu e até mesmo nos sites de escorts não exibe por completo Continue lendo, caralho [...]

GOGO BOY DANDO AULA DE SENSUALIDADE

Gente, pelo amor de Deus!!! De qual país é esse puto? Certamente, não é produto nacional, porque os gogos daqui vivem em cima do muro. Trabalham com o corpo, vivem dele e do que guardam nas calças, mas têm pudores, têm recatos. Claro, nos muros secretos das saunas, tudo é mais permitido, claro, visando "o depois". Fazem o strip direitinho e deixam que as mãos enrugadas das mariconas deslizem por seus corpos, como um espécie de cartão de visita. Mas, deixa pra lá! Voltando Continue lendo, caralho [...]