LENDA GAY: NÃO É POSSÍVEL CONTRAIR OS VÍRUS PELA BOCA! | E OUTRAS HISTÓRIAS

  Gosto muito de sexo oral. A sensação de um pau duro, porém macio, deslizando pelos meus lábios é um dos maiores prazeres que terei na vida. Mas, sei que corro riscos por optar chupar sem camisinha. Entretanto, não tomei essa atitude para agradar um cara, por modismo, ou porque acredito na lenda do "Boquete Seguro". Quando realizo a minha bateria de exames, SEI que posso ter uma notícia desagradável.  Caso ocorra, não farei cara de surpresa porque conheço os caminhos que percorro. Continue lendo, caralho [...]

NO FIM EU NEM VI QUEM ME FODEU

    "Meu corpo já estava cansado, exaurido pelo calor e pelas trepadas. Mas, ele tocou a minha bunda de uma forma especial. Encostei o traseiro e senti a fartura de pelos pubianos. Meu pau endureceu. Enquanto ele apertava meus mamilos, passei a mão pelos cabelos macios e pela barba intacta. A embalagem da camisinha; aquele barulhinho, foi a deixa para que eu me posicionasse de quatro e esperasse. Não senti nenhum incômodo porque três outros caras já tinham aberto o caminho. Porém, Continue lendo, caralho [...]

MARICONIZAÇÃO, O PROCESSO

  Estou revoltado! Estou completamente revoltado escrevendo esse post. Revoltado porque eu não deveria estar aqui. Eu não deveria estar em casa, em trajes sumários, decidindo entre reprise de novela e a centésima exibição do filme As Branquelas. Eu não deveria ficar em casa porque já estava com tudo programado; sou um viado programado. As roupas estavam escolhidas, o corpinho depilado, barba, cabelo e bigode. Até a chuca eu fiz, para o caso de alguma eventualidade. Mas estou aqui, Continue lendo, caralho [...]

UM CU NA MINHA LÍNGUA, POR FAVOR!

    Ando tranquilo desde que adotei a abstinência sexual. Tive um leve deslize, mas considerei como parte do processo. Ninguém larga um vício da noite para o dia. Por isso, não me culpo pelas brincadeirinhas no Clube dos Pauzudos, semanas atrás.   A minha vontade por sexo continua a mesma. Me masturbo pelo menos três vezes ao dia e nem o cansaço da vida corrida impede os meus orgasmos solitários. Bater punheta é algo tão básico como beber água todos os dias, Continue lendo, caralho [...]

JANELAS

  São centenas delas aos meus olhos. Janelas de todos os tipos e para todos bolsos. Gosto de apreciá-las quando tomo um cafezinho, entre um trabalho e outro. Como são democráticas, expõem a verdade para quaisquer pares de olhos. É um prazer para um vouyer como eu.   Enquanto degusto o líquido negro e quente, observo como um predador. Sempre vejo a velhinha com olhar melancólico fumando dois ou três cigarros em seguida. A gorda come algo macio, talvez um pão doce. Come Continue lendo, caralho [...]

BAREBACK + LEITE + LAMENTO

    Nunca bebi leite pelo cu. Acredite se quiser. Nunca confiei em nenhum cara (nenhum mesmo!) que me fizesse experimentar a sua "lactose" pelo meu bumbum. Acho que, em um relacionamento sadio, você deve ficar 24 horas por dia conferindo a rola do seu macho. E homens são infiéis. Homens gays, talvez até mais.  Portanto, entre o leitinho na portinha e a minha tranquilidade, sempre fiquei com a segunda. E até hoje não me arrependi.    Mas, esse vídeo me deixou Continue lendo, caralho [...]

FAXINEIRO

    Fui bancar o ciclista saudável e me fodi. Caí na ilusão de que a Avenida Paulista, fechada aos domingos, era um paraíso para os amantes do esporte. Me enganei e me irritei.    Decidi sair daquela bagunça pedalando o mais rápido possível. Tão rápido que nem me dei conta do quão longe me afastei. Quando prestei atenção, li a placa e senti um frio na barriga: rua Correia Dias.    Perdi a conta de quantas vezes passei por ali, ansioso e excitado, Continue lendo, caralho [...]