A POESIA DE LINN DA QUEBRADA

  Em dois dias decorei todo o repertório da Linn da Quebrada. Fiz como punição por ter demorado tanto para descobrir essa artista genial. Fui abduzido pelo "efeito Pabllo Vittar" e vi com desdém mais uma cantora/drag/travesti estourando a bolha do preconceito. Como eu estava enganado. Linn usa a música para apertar a ferida e fazê-la sangrar. Usa o explícito, o sexo, para dar voz às bichas marginalizadas pela própria "comunidade". Tomba os enrustidos e homofóbicos, cutuca os "discretos Continue lendo, caralho [...]