ELÁSTICO, UMA HISTÓRIA SOBRE DOR

    Prometi não chorar e até ali estava firme no propósito. Estava difícil segurar as lágrimas que insistiam em embaçar os meus olhos. A mistura entre dor e ardência foi prazerosa, mas eu queria parar. Porém, também tinha uma reputação que merecia cuidados. Lembro de só ter sentido algo assim quando perfurei os mamilos. Dois piercings, no mesmo dia. Ele esticava e soltava o elástico justamente ali. As lembranças doloridas surgiram de imediato. Já não usava mais os Continue lendo, caralho [...]