RYAN BONES, VEM SER A NOSSA PUTA!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

 

Putão mostrou o cuzão de perto: é lindo!

 

Ou assista aqui.

 

 

UM DESABAFO…

Vocês estão sentindo como este ano está difícil? Tudo não está mais complicado, mais rançoso, cansativo mesmo? Pelo menos, no meu círculo de relacionamento, quase todo mundo está com algum problema, alguma dificuldade, alguma doença. Parece que estamos na época da depressão e da ansiedade, sei lá. Eu, que já tenho minhas questões existenciais, venho passando por uma fase complicadíssima, umas das piores que já enfrentei na minha jornada. Cheguei a ponto de cogitar fazer alguma besteira, como transar de meias, por exemplo. 

 

No entanto, quando abro minhas angústias para as poucas pessoas de confiança, noto que todos os sorrisos que vejo são falsos, porque todo mundo está mal. E não importa o status social ou dinheiro, a tristeza é geral. 

 

No meu caso tudo está insosso. Faço as coisas para não desistir de vez, mas é difícil. Até trepar ultimamente tem sido um problema, algo robótico, só pra mostrar que pelo menos nessa área algo está bem. É horrível viver assim.

Mas o que me preocupa mesmo é que esse sentimento é coletivo. Portanto me preocupo comigo, com meus amigos, e com vocês.

A cada dia percebo que a sociedade está doente e o que podemos esperar de algo adoecido?

 

 

 

 

Colaborou: Coquito U.

 

13 thoughts on “RYAN BONES, VEM SER A NOSSA PUTA!

  1. Por enquanto vou aguardar mesmo, não vale a pena ficar desempregado, se as coisas não caminham empregado imagina sem trabalho. Abraço Pietro.

  2. Sim, está complicado. Mas não saia do emprego. Encontre outro antes. Desemprego é um gatilho enorme pra depressão e outras aflições. Abraço!

  3. Pietro, queria sugerir um posto kkkk que só vc saberia fazer: um top 10 dos gogos mais pauzudos que ja passaram por sp… dos mais antigos até tipo L.A kkkk diz que sim… os posts antigos de gogos aqui sao bafonicos demais..”deferro” entao hummmm

  4. Pietro sempre com reflexões atuais e super importantes, compartilho do mesmo sentimento, mas estou tentando não enlouquecer rs… Vivendo um dia de cada vez!

    Concordo com o Jonas, só os textos do Pietro já seriam suficientes, sem falar do humor sensacional desse cara.

    Valeu por tudo Pietro, estamos juntos sempre 😉

  5. Esse ano nem chegou na metade e com certeza é um dos piores, estou infeliz no trabalho mas com essa crise não tem como sair dele sem encontrar outro. Perdi meu gato há 4 meses após ele viver comigo por 15 anos e há 20 dias sofri meu primeiro assalto e tive meu celular roubado. Muita gente com quem convivo reclama como se as coisas não caminhassem todos estagnados. A única boa notícia esse ano é que vem aí meu primeiro sobrinho ou sobrinha.

  6. Que bom que vocês não está. Lógico que sempre tem quem esteja bem. Escrevi sobre algo mais coletivo. Nas “minhas pesquisas” o que mais encontrei foram pessoas com alguma dificuldade.

  7. A eleição e a vitória daquele senhor só ajudou a adoecer e deixar tudo mais chato nessa sociedade brasileira

  8. Como diz a Jessie J, “It’s ok, not to be ok”. O autoconhecimento é o primeiro passo em busca da superação. Toda vez que você tiver uma crise de ansiedade, de choro ou até mesmo de identidade, sabendo quem você é, você conseguirá superar. O segundo passo, talvez seja se afastar de tudo aquilo que é tóxico. Li uma frase no Twitter um dia desses: “O sexo casual é cheio de gatilhos”. Acho que isso vai de cada um, mas se o sexo não está te dando mais prazer e sempre foi uma questão muito problemática na sua vida, já é hora de assumir esse problema, encarar esse “monstro” de frente e procurar ajuda de um especialista. Não resolva se abster de sexo ou tomar medidas por si próprio. Consulte um médico. Tem uma hora que não dá mais pra fugir de certas questões e tentar tocar a vida como se elas não existissem. Escreve num papel as coisas que você quer melhorar em você e o que você pode fazer para melhorar. A gente vive numa sociedade que vende a ideia de felicidade plena e quando isso não acontece, nos frustamos, nos achamos inferiores, nos odiamos. Mas temos que aprender a viver mesmo com as imperfeições, desastres, oscilações no humor, instabilidade dos relacionamentos. Se liberte dessas pressões e foque na saúde mental. Problemas você sempre terá, mas a forma como você enxerga esses problemas é que vai definir todo o curso da sua história.

  9. Hey, eu não tô triste, não. Problemas existem, mas essa de “todo mundo triste” não é bem assim. Talvez vc esteja projetando isso nos outros, será que não? Enfim, fica firme aí… Gosto muito dos seus comentários (por mim nem precisava ter fotos ou notícias de ator pornô, é o seu texto que vale). bjs

  10. Sim. Está tudo complicadíssimo, Pietro. Em todas as esferas, em todos os níveis, na vida de todo mundo. Melhor ninguém se iludir pelos “biscoiteiros de instagram”. Tá ruim pra eles também. Eu tô tentando achar saídas. Dentro de mim. Parece papinho de auto ajuda mas pior que não é. Tem dado certo. Nem todo dia, nem o tempo todo, mas me ajuda a não enlouquecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *