JAY ALEXANDER DEIXA DOTADÃO METER FORTE. SIM, TENHO INVEJA!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

 

Porque eu ainda sofro muito quando faço passivo.

Jay atinge um grau de relaxamento e excitação que poucas vezes eu atingi. Ok, tem muitas coisas envolvidas quando você é passivo. A chuca, como contei em outro post, é uma delas. Nunca relaxo completamente com medo de antecipar a Páscoa de alguém. Se o macho for gostoso então…

 

Jay , no vídeo,  está com a chuca tinindo.  Ou talvez não, já que vídeos podem ser editados.

 

O fato de ficar de quatro pra outro macho deve ser um fato resolvido pra ele também. Bom, eu não tenho esse complexo, mas muitos caras ainda se culpam por rebolar gostoso mesmo assumidamente gays.

 

Ou assista aqui.

 

One thought on “JAY ALEXANDER DEIXA DOTADÃO METER FORTE. SIM, TENHO INVEJA!

  1. O segredo (estando a chuca feita, claro) é se entregar. É comum a gente ir para a cama com um cara ativo e ainda assim ficar se controlando, tentando parecer “hominho” para ele não perder o interesse. Mas o fato é que, na hora de ser passivo, tem que ser passivo mesmo. É o momento de deixar os clichês macho-fêmea de lado, e aceitar com orgulho e prazer o fato de que o cara está querendo meter em você. E, claro, a prática faz a perfeição (veja minha resposta sobre o “cu elástico” no outro post). Todo mundo tem que começar com pau mais fino, e precisa tentar dar o cu com certa frequência para não “encolher” demais de novo. Paus mais grossos, somente quando a necessidade surgir (e com o tempo ela virá). Mas sempre com conforto, e nunca com dor. Se doeu, está errado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *