JACK HARRIS E EU NA CAMA: UM DOS DOIS NÃO SAI VIVO

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

 

 

 

“O loiro de olhos verdes (ou azuis), estilo padrãozinho, príncipe da Disney” sempre foi o meu perfil de homem preferido., por muito tempo.

Óbvio, como gostos são construídos por experiências e influências midiáticas, no meu subconsciente, o homem loiro era o ápice de beleza que eu deveria buscar para atingir o gozo perfeito.

Precisei me desconstruir muito, me desfragmentar até as últimas. 

Hoje adoro os loiros.

Mas sou louco por morenos, negros, asiáticos.

Sou louco por homens e só.

Outro dia trepei com um puto acima do peso e fiquei muito feliz. Além da foda ter sido ótima, me livrei das amarras estéticas. 

A liberdade não tem preço.

 

 

@jackharris

 

2 thoughts on “JACK HARRIS E EU NA CAMA: UM DOS DOIS NÃO SAI VIVO

  1. Belo relato Pietro, já tive um perfil que não me agradava, com o passar dos anos, sinto que isso está mudando.
    Agora, ainda não tive a oportunidade de sair com um loiro como esse dos pentelhos claros, meu foco, heheh

  2. Eu só consigo me relacionar com homens brancos, nunca tive a menor atração por outras etnias e não lamento por ser assim, estou bem feliz e satisfeito, principalmente depois que percebi que a opinião da comunidade LGBT não significa absolutamente nada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *