AMIGA, GOGO BOY TÁ FORA DE MODA!!! // E OUTRAS HISTÓRIAS

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

 

Muita gente pede – outros reclamaram, outros imploram – por notícias, vídeos e babados fortes sobre gogo boys. Entendo, já tive essa fixação. Mas o fato é que gogo boy está fora de moda, como produto erótico, em uma época de liberdade sexual (e aplicativos de encontros). Os fetiches e as fantasias são outros e, felizmente, strippers tornam-se cada vez mais coadjuvantes no entretenimento gay.

Nudes inéditos de strippers praticamente sumiram da Internet e quando surgem já fizeram aniversário. 

 

A prova do que estou dizendo é que hoje em dia gogos estão mais requisitados no mercado hétero, despedidas de solteiras e afins. Nas saunas ainda há alguma importância, o que não é grande coisa. Nesses ambientes sempre reina uma espécie de decadência e desejos enrustidos.

 

Tem cara que já não aceitar passar a noite pulando no palco por uma ninharia. Acho que estão certos. Hoje muitos não escondem os programas embutidos em shows particulares  e/ou fora da cidade. Já tem até os que anunciam em sites de acompanhantes. Olha que avanço!

 

Cito, por exemplo, o gogo boy L.S. O bem dotado geralmente sai de São Paulo para uma turnê no Nordeste com programas agendados com antecedência. O combinado geralmente inclui estadia em bons hotéis, táxi ou Uber, e demais regalias. O valor de cada encontro não sai por menos de R$ 400,00. Os boys mais desejados fazem até três em uma noite. Por isso, alguns priorizam o encontro com clientes em detrimento das “apresentações oficiais”. Foi o que ocorreu com L.S. no concurso Rei da Espiga desse ano. O gogo (e o seu pau) era uma das apresentações mais esperadas, porém a falta de empolgação (lê-se rola dura) tornou tudo um fiasco; uma verdadeira dor de cabeça para os produtores do evento. Fontes fidedignas garantem: o pau do bofe não subiu porque ficou duro horas antes em um show privê com um cliente, um conhecido profissional da área da saúde em Recife. 

L.S. tem até um cartão de visitas. Veja no final deste post.

 

Portanto bebês não fiquem bravos comigo pela minha falta de interesse e pela escassez do produto gogo. Foi uma fase que acabou. Aceitem! Aproveitem e encontrem outros tipos para fazerem suas picas endurecerem.

Acreditem, tem aos montes.

 

 

 

O cartão de visitas. 

ps: quero mil desses.

 

 

ps: leitor de Cuiabá, um beijo pra você. Deve tá um forno por aí…