Pietro Damasceno

9 Comments

  1. Dizem que gosto não se discute mas que é difícil entender o garoto gibi e quem gosta dele, é difícil.
    Adorei o “Prefiro os gibis da Mônica.” 😀

  2. Ele tem um aspecto de Seboso. Comigo ele não ganhava nem R$ 1,00 pra comprar um pão doce na esquina. Horrível!

  3. Meu sonho é ter minha próstata massageada por ele!

  4. Como você disse Carlos, quanto mais o cara é escroto, mais parece que é desejado, claro que só pode ser desejado por gays psicopatas, pois para gostar de um homofóbico todo rabiscado tem que ser psicopata no estilo do Coringa!
    Sabe o que é mais engraçado?! Esse cara despreza os gays, mas ele é totalmente desprezado pelos héteros por ser desse jeito, acha que os héteros aprovam uma pessoa pintar o corpo assim? Nem um índio faz isso! Mas independente disso, mesmo sendo um “hétero”, ele sempre sofrerá preconceito dos verdadeiros héteros por ser desse jeito e isso pra mim já é o suficiente!

  5. Já peguei na Lagoa. Pessoalmente ele é bastante simpático e sabe se comportar conforme a vontade do cliente, mandão ou obediente; sem ser artificial demais. Chupa, sem problemas e dá, se rolar uma grana a mais.

    O pau realmente é comprido e grosso.

  6. O pau do ativo mole, o passivo pinto pequeno, lugar muito bonito. Tudo isso muito broxante de se ver.

  7. Esse cara tatuado é muito estranho; jamais pegaria, apesar de o corpo dele ser gostoso.

  8. Ai, com todo respeito, mas alguém senti tesão nesse gibi? sentir, sente, tem gosto pra tudo, mas… Esse André vivia dizendo horrores de gays e agora taí filmando pornô gay, e os gays dando ibope a ele, ai, é tão difícil esse nosso mundo do arco-íris por causa de muitos. O Alejandro é bonito, gostoso, vale a pena, mas esse gibi, eca, desculpa, mais me causa até nojo, pelo corpo, e pelo ser humano que é.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *