CENA BISSEXUAL LANÇADA PELA ‘MEN’ ESTÁ CAUSANDO. POR QUÊ?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

 

Parece que os assinantes da produtora MEN não curtiram muito uma cena bissexual que será lançada em breve. Ela já é a mais rejeitada da história da empresa, com apenas 26% de aprovação. 

Gostos à parte, eu não entendo tamanho burburinho. Outras produtoras gays lançam cenas bi e ninguém foi lesado por causa disso. As diversas fantasias devem ser abordadas. Por que não??? Não encaro isso como invasão do mundo gay, ou falta de respeito com o público. 

O único problema é que eles poderiam lançar cenas assim com outro selo até pra dar um segmento melhor.

 

Mas respeito quem pense o contrário e até acho que algumas questões são genuínas, como os “gays for pay”, por exemplo. Isso sim deveria servir de pauta para reclamações e debates de quem consome pornografia.

 

11 thoughts on “CENA BISSEXUAL LANÇADA PELA ‘MEN’ ESTÁ CAUSANDO. POR QUÊ?

  1. Affff credo Pietro até aqui esse video apareceu?? Pra que vc postar isso??

  2. Mulher hetero invadindo espaços gays, novidade, as baladas já eram…. Elas querem tudo do jeito delas, pior é ver os gays capachos se curvando a elas.

  3. Como assim não vê problema em um site gay incluir pornô bissexual? Os assinantes assinam o site para ver pornô gay! Se a Men quer mudar o segmento, ela deveria comunicar seus assinantes e não pôr algo que ninguém pediu… Não é a toa o rating baixo.
    Essa inclusão é desnecessária! É como se gay fosse uma opção, hoje posso transar com mulher, amanhã com homem!
    Entendo perfeitamente que o dinheiro deve ter falado mais alto e que isso nada mais é que o capitalismo, mas é sim um desrespeito com o público.
    Se você é gay e não vê problema nisso, acredito que vcs tenham que rever suas sexualidade…

  4. Gente, infelizmente o que manda nesse segmento é o dinheiro. Tem gente que esquece suas convicções por causa de verdinhas.
    Isso se chama capitalismo.
    Eu, se fosse ator pornô, não faria. Mas, óbvio, se me oferecessem uma grana que mudasse algo na minha vida, eu faria tb.

  5. ”As diversas fantasias devem ser abordadas???”. Mas até hoje nunca ouvi falar se site porno hetero lançar cenas gay/bi para realizar fantasias( se tiver algum deve ser raro,não acesso nenhum então não sei, mas pelo que me falam nunca teve). Não vejo problema nenhum dos gays que não gostaram dessa cena, afinal eles pagam o site para ter acesso a pornográfica gay e acho que eles tem o direito de exigirem sim, afinal o dinheiro dessas empresas saí do bolso deles.
    E quanto aos gay for pay, essa é realmente uma questão a se discutir, mas agora os straight for pay/heteros por dinheiro, também devem ser não é? Afinal é a mesma coisa dos gay for pay, ou o problema é somente quando é gay for pay? Obs: não estou defendendo gay for pay por que também não gosto do que eles fazem, por que na hora de gravar e ganhar dinheiro eles são gays, mas falam mal dos gays depois.
    E a príncipal reclamação que vi na internet e que o Arad Winwin um tempo atrás disse que fugiu do país é pediu até asilo nos EUA, por que no país dele ele não podia ser gay, eles obrigavam ele a namorar uma mulher. Então agora resolve transar com uma mulher? Fugiu de lá e fez essa cena toda pra chegar aqui e fazer a mesma coisa que obrigavam ele a fazer lá.

  6. Pois é, Fernando. Cenas bi masculino em site hétero a gente nunca vê. É super normal mulher transar com mulher, mas ao contrário não ocorre em pornografia hétero, aliás, conteúdo lésbico em site hétero é extremamente massificado e super bem aceito. Reitero, inclusão de cenas desse tipo em sites gays acabam, querendo ou não, deixando a impressão de que a homossexualidade é uma orientação sexual subalterna, já que gays podem transar facilmente com mulher, o que ao contrário não acontece em conteúdo pornô heterossexual. A sexualidade é extremamente complexa, e a fluidez sexual é uma argumentação teórica consistente. Mas, o que acontece, é que para o público gay, em termos de conteúdo pornô, a fluidez sexual sempre é mais fácil de ocorrer do que com o homem hétero. Aí, acaba causando a impressão de que fluidez sexual só ocorre com gay, como se o hétero tivesse uma sexualidade solidificada. A questão tá exatamente aí. Essa invasão de conteúdo com cenas de sexo incluindo mulheres em sites voltados para o público gay, nada mais é que uma forma de desmerecer e até mesmo fazer chacota com a orientação sexual homo. O resultado, acaba sendo esse. por isso que é extremamente positivo que essa cena da men.com esteja sendo tão mal avaliada.

  7. A minha opinião sobre esse conteúdo sendo colocado ao público gay seria a mesma opinião do público heterossexual que consome os conteúdos do site Brazzers!
    Porque esses cretinos não começam fazendo isso nos sites voltados aos homens heterossexuais?!
    Inclusão minhas bolas, é como já disseram, parece até que a homossexualidade é falta de vergonha na cara já que os gays “podem comer buceta” sem problemas!
    Enfim, dê ao hetero o que é do hetero e ao gay o que é do gay!

  8. Olha desculpem pelo textão, nunca comentei nada aqui antes, mas amo o site pietro <3, sou estudante de sexologia, e tô me especializando na área de pornografia e também não vejo nenhum problema incluir porno bissexual em site gay, até porque, existem estúdios héteros que também fazem isso como a DevilsFilms, DogHouseDigital, EvilAngel. Mas analisando, A DevilsFilms segue o modelo da Men e coloca todos os segmentos no mesmo site, sejam eles Hetero, Trans e bi, mas a Evil Angel não inclui penetração homo suas cenas bi (e se vocês perceberem o segmento Bi feito para o mercado Hetero, é voltados para pessoas héteros que sentem fetiche em sexo bi e não para o público bi) a DHD por exemplo tirou conteúdo bi do seu site principal, e criou o BiEmpire um site a parte somente com conteúdo bi e do lado gay, existem muitos estúdios que fizeram isso também, NextdoorStudios, CorbinFischer tem conteúdo bi/Hetero mas em sites diferentes, assim como o JasonSparks fez, ao invés de incluir sexo entre homens cis e Trans em seu site principal ele criou o Jock pussy site que tem conteúdo com Homens-Trans. A Men poderia ter gerado menos polêmica se tivesse feito isso já que o site principal é majoritámente gay, assim como sabemos que a Brazzers nunca vai incluir o Bi masculino. E grande parte da revolta de alguns consumidores vem desta questão, mas a Men não parece que tá afim de criar sites diferentes, para segmentos diferentes, primeiro ela fez a Bromo que era somente bareback e agora tá incluindo também bareback no site principal. É uma questão de logística de cada estúdio. Não vejo como uma questão de afrontamento, ou desrespeito ao consumidores do site, apenas que ao invés de criar sites diferentes para cada segmentos diferentes a men vai misturar tudo num lugar só. Sobre a questão do cara gay fazer cena com mulher, também não vejo problema nisso, homens gays (homens comuns ou atores pornos) transam com mulheres todos os dias e isso não é novo e vamos nos lembrar que atores pornos, escorts em geral são pagos pelo que fazem, podem curtir (ou não) o que estão fazendo mas estão ali principalmente pela grana, é um mercado, se o Arad transa com homens e mulheres, na carreira dele ou na vida privada, isso é um problema dele. Não é porque ele disse que passou por toda aquela situação que ele não pode experimentar outros lados da sexualidade dele, isso é algo muito pessoal, algumas pessoas estão sendo até misóginos, é isso não é o ideal também é preciso ter cuidado para não ofender outras pessoas, mas eu sou gay, e entendo muito o lado de caras gays que são taxados de misóginos só porque não curtem cenas bi em site gays, ou não curtem ficar com mulher ou fuder "buceta", nós temos esse direito, e aqui entramos na questão da heteronormatividade e todo o processo que nós gays enfrentamos, que a sociedade diz que nossa sexualidade pode ser mudada e blá blá blá o importante é que sabemos que não é assim que funciona, mas não é certo também desmerecer a sexualidade ou o corpo dos outros assim, é necessário respeito de ambas as partes.

  9. Pietro muitas questões estão envolvidas na revoltada do público…

    Primeiro que o site é 100% voltado para o público gay, diferente dos outros, e ainda por cima se chama “homens”.

    Com um catálogo gigantesco de gay4pays, a MEN escolheu um dos poucos atores assumidamente gay, Arad, para fazer uma cena transando com uma mulher como se fosse a coisa mais comum ever. Soa a ser contraditório pelo tudo o quê ele falou. No início de sua carreira como modelo de cuecas e de ator pornô ele declarou que um dos motivos que o fez fugir do Irã foi o fato dele ser a gay… E agora tá fazendo pornô com mulher?

    Outro fato instigante é os fãs pedirem a tempos uma cena com Arad sendo passivo, mas o mesmo já disse que não irá fazer, mas aceita numa boa transar com mulher sendo que ele é “gay”.

    Acredito que essa não será a primeira e nem única cena bi, e acredito que logo teremos outras inclusões que deixarão os mais ainda mais irritados…

    Existem outros questionamentos, mas de fato achei uma péssima abordagem.

  10. Escrevi um textão num post sobre isso. Rs. A questão é, vários sites gays vivem praticando sexo com cenas com mulheres. Se o site é gay, então deveria só constar sexo gay. Essa invasão de cenas de sexo com mulheres, desses ‘gays for pays’, tudo isso, acaba acarretando que parece que a sexualidade dos gays é coisa “passageira”, pelo linguajar hétero, além do mais, passa uma mensagem humilhante de que gays não respeitam sequer a própria orientação sexual. Está na hora de questionar esse tipo de conteúdo em site voltado para o público gay. Quer dizer, já passou da hora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *