TERMINEI A PARADA GAY SORRINDO

  Há uns bons anos eu não chegava à Praça Roosevelt querendo mais. A Parada Gay (eu chamo assim) 2017 foi, sem dúvida, a melhor em anos. Tudo funcionou, na minha opinião. Sem chuva e frio, todo mundo foi pra rua. Não vi confusão, não vi pessoas caindo bêbadas, quase não vi uso de drogas. Vi sim, muita piroca dos mijões, muito beijo dos mais afoitos e muita alegria. Sim, as pessoas estavam alegres, exorcizando esse clima de bosta que polui o país. A maioria nem entendia o motivo Continue lendo, caralho [...]

PIETRO RESPONDE: “O MICHÊ ACEITA CARTÃO DE CRÉDITO. O que eu faço?”

  Já escrevi outras vezes aqui: sou contra a profissionalização do sexo pago. O submundo, a marginalização, o proibido, é justamente o que deixa o sexo mais excitante. Garotos de programa devem ser pago com onças (ou outras coisas) para o poder ficar nas suas mãos. Já pensou se o boy tira do criado-mudo aquela moderninha do PagSeguro e ainda pergunta se você quer parcelar? Na boa, eu morreria. Você ali, todo gozado, digitando a senha em uma máquina que pode te trazer prejuízos Continue lendo, caralho [...]

TCHAN

"Agora, pare Pegue no bumbum Agora, desce Pegue no compasso." Os meninos trocaram o último verso da música, em uma apresentação na escola. Ficou: "Agora, desce Lambe o meu saco." E eu queria lamber.Muito! Garotos de 15, 16, 17 anos, já desenvolvidos, com paus no tamanho ideal e cérebros de minhoca. A nata dos meninos estava unida no coro. E todos queriam dar para aquela nata. Ademir, Leonardo, Pedro, Boquinha, Beiço e Alex. Me davam um tesão do caralho, mesmo me maltratando. Entre Continue lendo, caralho [...]

SKYY KNOX FAZ CUNETE INCRÍVEL. PRATICAMENTE UM TUTORIAL

  Não sabe chupar um cu? Não gosta? Tem nojinho? Que pena! Cair de boca em uma bunda apetitosa não é apenas uma preliminar. Se bem feita, a cunete pode ser o prato principal do banquete do sexo.   O porn star Skyy Knox sabe disso e é perito na prática. Faz o beijo grego quase tão bem quanto eu. Sim, não tenho modéstia e sei que muito puto revirou os olhos com o poder na minha bunda. Juro, troco uma penetração por uma cunete. Meter um pau duro qualquer um pode fazer; Continue lendo, caralho [...]

VIKTOR FODENDO MARIO NO SEX CLUB | E OUTRAS HISTÓRIAS

    Lembrei do Clube dos Pauzudos e do "Cara da Bala de Hortelã". Lá tem uma gaiola semelhante a do vídeo, mas infelizmente sem esses machos gostosos e safados. Ver um Viktor Rom metendo assim, ao vivo, deve ser uma experiência inesquecível.   Eu sempre me dei bem no Clube. Em todas as vezes não fui embora sem gozar, pelo menos três vezes. "O Cara da Bala de Hortelã" foi um putinho que fodi por lá. Segundos antes de eu abordá-lo, ele abriu uma bala, levou Continue lendo, caralho [...]

CINCO DEDINHOS

  Todos os meus dedos já estavam dentro dele. Não pude acreditar quando a mão entrou. Eu beijava as costas suadas como se fosse ele um tesouro. Beijava a sua boca venerando cada centímetro daquele corpo. Sua barba perfeita espetava os meus lábios; os beijos eram violentos. Tirei a mão delicadamente. O cu era tão apertado que não demostrava qualquer sinal da "violência" da última hora. Pedi que lambuzassem a minha mão enquanto eu fodia aquele buraco com a língua, com os lábios, Continue lendo, caralho [...]

COLLIN SIMPSON PEGA O NOVATO SEAN HOLMES | E OUTRAS HISTÓRIAS

  Collin é igual ao Cristian; esqueci o nome de guerra, então botei Cristian. Collin e Christian são parecidos, principalmente por causa da pele muita branca e do rabo bem empinado. Christian fingia que trepava só por dinheiro. Gostava de rebolar em uma pica grande, essa era a verdade. Comi ele três vezes, mas tive trabalho. Cristian só permitia que "homens" metessem no seu cu. Tinha apreço por cafuçus que fumam maconha, que caem de moto e que tenham dois filhos, com duas putas diferentes. Continue lendo, caralho [...]

R$ 1.000,00

  Nesses 13 anos de um certo conhecimento sobre o mundinho dos garotos de programas, ouvi e presenciei muita coisa. Muita malandragem, muitas falsas histórias, e muito "faço qualquer coisa por um bom preço". Mas, até pra alguém vivido como eu, os limites que o dinheiro rompe ainda me causam espanto.   Costumo fazer um tour semanal pela região central de São Paulo. Ricky dirige; eu observo com algum drinque na mão. Subimos a rua Augusta, circulamos por toda a Boca do Lixo Continue lendo, caralho [...]

VAMOS FALAR SOBRE CLUBES DE SEXO (E OUTROS POINTS DE PEGAÇÃO)?

  Não vá a um clube de sexo se você teme doenças venéreas. É verdade, nada de exagero. Por lá circulam todos os tipos de vírus possíveis. E, tenho certeza, que você não vai perguntar para cada cara que quiser chupar: "Com licença desconhecido. Posso colocar uma camisinha para chupar o seu pênis?" Então, sendo sincero, existem riscos SIM.   E ainda temos a questão da mãos. Se 50 homens estão na pegação, 100 mãos estarão prontas para transmitir qualquer Continue lendo, caralho [...]

INSÔNIA

  Estou em uma cama que não é minha. Espaçosa, dura, lençóis macios. Range um pouco a cada movimento, o rangido típico do sexo selvagem. Olho todos os detalhes enquanto beijo - com uma delicadeza forte -  o rabo aberto, oferecido a mim. Dou um tapinha, uma mordida, ouço os gemidos que deixam o meu pau duro, mas não estou totalmente à vontade. Não vejo o rosto dele; minha visão está turva por causa do tesão. Deixo o pau cabeçudo, duraço, repousar na palma da minha mão. Continue lendo, caralho [...]

O DIA EM QUE DEI PRA NOVE

    Não foi um recorde. Já transei com doze caras no mesmo dia e com mais uns cinco no dia seguinte. Mas, foi a primeira vez que entreguei o meu rabo para nove homens diferentes. Homens que eu nunca tinha visto na vida. Homens sem nome. Era o segundo dia da quebra do meu jejum sexual. Eu estava como um bicho; puro instinto. Cheguei ao sex club com a intenção de trepar com quantos caras se oferecessem a mim. Não seria exigente quanto aos perfis, porém, o meu olfato teria Continue lendo, caralho [...]

LENDA GAY: NÃO É POSSÍVEL CONTRAIR OS VÍRUS PELA BOCA! | E OUTRAS HISTÓRIAS

  Gosto muito de sexo oral. A sensação de um pau duro, porém macio, deslizando pelos meus lábios é um dos maiores prazeres que terei na vida. Mas, sei que corro riscos por optar chupar sem camisinha. Entretanto, não tomei essa atitude para agradar um cara, por modismo, ou porque acredito na lenda do "Boquete Seguro". Quando realizo a minha bateria de exames, SEI que posso ter uma notícia desagradável.  Caso ocorra, não farei cara de surpresa porque conheço os caminhos que percorro. Continue lendo, caralho [...]

NO FIM EU NEM VI QUEM ME FODEU

    "Meu corpo já estava cansado, exaurido pelo calor e pelas trepadas. Mas, ele tocou a minha bunda de uma forma especial. Encostei o traseiro e senti a fartura de pelos pubianos. Meu pau endureceu. Enquanto ele apertava meus mamilos, passei a mão pelos cabelos macios e pela barba intacta. A embalagem da camisinha; aquele barulhinho, foi a deixa para que eu me posicionasse de quatro e esperasse. Não senti nenhum incômodo porque três outros caras já tinham aberto o caminho. Porém, Continue lendo, caralho [...]

SE ELE SOUBESSE QUE EU SOU UMA PUTINHA…

  Outro dia, a moça que trabalha comigo encostou o peitinho em mim. Deliberadamente, eu acho. Movimentei o cotovelo, pra sinalizar a gafe, e ela continuou lá, parada, procurando algum documento. Empurrei o meu cotovelo contra a ele, o peito, e nada. Um peito bem durinho, que provavelmente não recebe a atenção merecida.   Mal sabe ela que eu sinto um tesão do caralho no seu namorado. Não o seu, o dela! Trabalhamos próximos e todos os dias a presença máscula dele estica Continue lendo, caralho [...]

PASSE LIVRE NOS GOGO BOYS

  Notei a bibinha descendo a Borges Lagoa, toda desconfiada. Acho que era a primeira vez que tentava alugar o body na sauna. Sinceramente, acho ela que estava querendo mais pica do que dinheiro. Meu instinto devasso dizia que ela não passaria pelo crivo dos cafetões do puteiro. E estava certo. Enquanto cruzei a porta dos boys sem problemas, ela ficou por lá, choramingando, perdendo a dignidade.     Posso virar hétera?     Você pode ser passiva Continue lendo, caralho [...]

MARICONIZAÇÃO, O PROCESSO

  Estou revoltado! Estou completamente revoltado escrevendo esse post. Revoltado porque eu não deveria estar aqui. Eu não deveria estar em casa, em trajes sumários, decidindo entre reprise de novela e a centésima exibição do filme As Branquelas. Eu não deveria ficar em casa porque já estava com tudo programado; sou um viado programado. As roupas estavam escolhidas, o corpinho depilado, barba, cabelo e bigode. Até a chuca eu fiz, para o caso de alguma eventualidade. Mas estou aqui, Continue lendo, caralho [...]

UM FALSO GRINGO PARA UM FALSO PUTO

  É bom se afastar das coisas que gostamos. Por um tempo, pelo menos. A rotina deixa as coisas medíocres e até as pessoas perdem a graça. Por isso eu estava de férias das saunas, há meses. Claro, a falta de tudo por lá contribuiu, mas gosto de ser aquela bichinha sem alternativas de lazer. Detesto ser carne vencida. Hoje, não me presto mais ao papel. Sumir por um tempo serve como um teste. Ando focando nas dietas (malucas) e nos treinos (cansativos) e, de acordo com os olhares Continue lendo, caralho [...]

ELÁSTICO, UMA HISTÓRIA SOBRE DOR

    Prometi não chorar e até ali estava firme no propósito. Estava difícil segurar as lágrimas que insistiam em embaçar os meus olhos. A mistura entre dor e ardência foi prazerosa, mas eu queria parar. Porém, também tinha uma reputação que merecia cuidados. Lembro de só ter sentido algo assim quando perfurei os mamilos. Dois piercings, no mesmo dia. Ele esticava e soltava o elástico justamente ali. As lembranças doloridas surgiram de imediato. Já não usava mais os Continue lendo, caralho [...]

PENTELHOS

  Não gosto de pelos pubianos. Tento evitá-los há anos com vários métodos, dos doloridos aos poucos eficazes. Mas, curto vê-los em outros homens. Me excito bastante, principalmente quando posso apreciá-los na vida real. Outro dia, no trabalho, um cara que deixa meus mamilos sempre duros, mostrou os seus pentelhos pra mim. Por acidente, preciso dizer. Ele tentou pegar uma pasta em um armário alto. A camiseta subiu, o jeans desceu e pude contemplar a sua pequena "plantação". Me masturbei Continue lendo, caralho [...]

BAREBACK + LEITE + LAMENTO

    Nunca bebi leite pelo cu. Acredite se quiser. Nunca confiei em nenhum cara (nenhum mesmo!) que me fizesse experimentar a sua "lactose" pelo meu bumbum. Acho que, em um relacionamento sadio, você deve ficar 24 horas por dia conferindo a rola do seu macho. E homens são infiéis. Homens gays, talvez até mais.  Portanto, entre o leitinho na portinha e a minha tranquilidade, sempre fiquei com a segunda. E até hoje não me arrependi.    Mas, esse vídeo me deixou Continue lendo, caralho [...]

A MULHER DE PRETO

    Garanto: não sou um bissexual enrustido. Porém, de uns tempos pra cá, passei a enxergar a beleza feminina com outros olhos.  Nem eu estou entendendo.   Hoje, na estação do Metrô em que desci, uma mulher realmente bonita saiu do mesmo trem. Como seguimos o mesmo caminho, pude avaliá-la. Era daquele biotipo que pode dar para o homem que quiser. Bela, mas não tão magra para ser modelo. Uma puta de luxo? Talvez, mas nem toda mulher bonita aluga o corpo, né?! Continue lendo, caralho [...]